Curiosidade sobre o sal

O sal de cozinha é o grande vilão no consumo excessivo de sódio, mas não é o único. Os produtos industrializados colaboram também para os altos índices do elemento durante as refeições. 

Dois pedaços de pizza congelada, por exemplo, contêm a quantidade de sódio suficiente para um dia todo!

Na correria do dia a dia, poucos indivíduos tem tempo de ler o rótulo das embalagens durante as rápidas compras no supermercado, mas essa atitude é fundamental para uma alimentação saudável. 

Temperos prontos, caldos concentrados, picles, mostarda, ketchup, molhos de salada e molhos de churrasco devem ser evitados ao máximo, pois são todos ricos em sódio e geralmente são acrescentados à comida que já possui o elemento. 

Atenção redobrada também na hora de consumir produtos diet ou adoçados artificialmente. Devido à redução de açúcar, o sódio é acrescentado para aumentar o sabor do produto. Se o rótulo não for olhado com atenção, o produto comprado com a intenção de emagrecer pode ter o efeito contrário e “inchar” o organismo, por causa da maior quantidade de sódio e da retenção de líquido que causa. 


Como o sódio está presente naturalmente na composição dos alimentos, veja algumas dicas para diminuir o consumo:

Evite alimentos industrializados, preferindo sempre produtos naturais;

– Substitua o sal por outros condimentos, ervas ou especiarias, para dar e realçar o sabor aos alimentos, como cebola, cebolinha, salsinha e limão;

– Retire o saleiro da mesa (muitas pessoas têm o reflexo de colocar sal na comida quando vêem o saleiro, mesmo se a comida já estiver temperada).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu